Comunicação
Bacia de Santos

Petrobras realiza Fórum Ambiental para discutir ações de proteção de oceanos e rios


Realizada nos dias 24 e 25 de junho, esta edição teve como tema central a proteção dos oceanos e rios – em sintonia com a definição, pela ONU, da década dos oceanos (2021 a 2030)

Primeiro dia do evento discutiu as ações da Petrobras na gestão ambiental e contingência

O mês do meio ambiente foi o escolhido para a realização da segunda edição do Fórum Ambiental da Petrobras na Baixada Santista, que, desta vez, teve o desafio de driblar a restrição ao modelo de evento presencial. Na ocasião foi apresentada, por meio de um evento virtual, a gestão ambiental realizada pela empresa relacionada às atividades de exploração, produção e refino de petróleo, tendo como tema central a proteção dos oceanos e rios.

O Fórum, realizado nos dias 24 e 25 de junho, contou com a presença de gestores da Petrobras, representantes do meio acadêmico e de projetos ambientais voluntários e condicionantes de licenciamento desenvolvidos na região pela Unidade de Negócios da Bacia de Santos (UN-BS) e pela Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão (RPBC). 

As apresentações foram assistidas por cerca de 280 pessoas, entre estudantes, pesquisadores, integrantes de órgãos ambientais e moradores das comunidades que têm relacionamento com a UN-BS e a RPBC.

Perguntas e comentários via chat

Os participantes foram convidados a interagir via chat, e, ao final de cada mesa, os palestrantes responderam às perguntas mais curtidas. E foram muitas as interações: questionamentos técnicos de estudantes, pesquisadores e profissionais da área de meio ambiente, curiosidades despertadas durante as apresentações e também muitos elogios. 

Clique aqui e conheça os questionamentos e respostas dos palestrantes no dia 24 de junho.

Clique aqui e conheça os questionamentos e respostas dos palestrantes no dia 25 de junho.

“É muito importante a manutenção de eventos anuais nos quais a Petrobras mostra para a sociedade um pouco de sua gestão ambiental, e a alternativa digital nos permitiu manter o evento neste ano. A participação da RPBC somou ao demonstrar a integração e a seriedade na condução de nossos programas e projetos ambientais na Baixada Santista”, considera Marcos Vinícius de Mello, gerente setorial de Meio Ambiente da UN-BS.

Para Victor de França, coordenador de Meio Ambiente da RPBC, “o Fórum foi valioso para evidenciarmos as principais ações da refinaria na preservação do Rio Cubatão, um recurso hídrico tão importante para nossa região. A diversidade do público veio ao encontro de um dos objetivos do evento: reforçar que a preservação do meio ambiente é de responsabilidade de todos”.

Dois dias de muita informação

O Fórum teve quatro mesas de debate. Na primeira, com o tema “As atividades de petróleo e gás e a proteção dos oceanos e rios”, Marcos Vinicius abordou a gestão ambiental na Exploração e Produção na Bacia de Santos. Pela RPBC, Victor apresentou as ações da refinaria voltadas à recuperação do Rio Cubatão. O painel contou ainda com a apresentação de professores da UniSanta sobre o Laboratório de Ecotoxicologia, uma parceria entre a universidade e a Petrobras.

A estrutura de resposta à emergência na RPBC e na Bacia de Santos foi apresentada na mesa “Contingência e meio ambiente”. O tema desperta grande interesse e preocupação, e o painel foi mais uma oportunidade da companhia informar sobre sua robusta estrutura de prevenção e resposta a emergências. Valéria Ruoppolo, da Aiuká Consultoria Ambiental, trouxe a expertise em respostas à fauna oleada.

Imagens do segundo dia do evento

O segundo dia do Fórum foi aberto pela mesa “Biodiversidade marinha”, que reuniu um conjunto de dados obtidos por duas condicionantes ambientais executadas na Bacia de Santos: os Projetos de Monitoramento de Praias e de Cetáceos. Foram apresentadas informações sobre aves migratórias na costa brasileira, o desafio dos encalhes de baleias e a marcação de cetáceos na Bacia de Santos. A mediação foi de Tatiana Neves, coordenadora do Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras.

A quarta mesa, dedicada à “Biodiversidade e Responsabilidade Social”, foi mediada por Lázaro Brandão, gerente setorial de Integração Regional de Responsabilidade Social. O painel reuniu informações sobre investimentos em ações socioambientais voluntárias, que geram valor para a Petrobras e para a sociedade. O Fórum foi finalizado com a apresentação sobre o Projeto Boto-Cinza, que também conta com o patrocínio da Petrobras.

Assista ao vídeo do PMP - Projeto de Monitoramento de Praias apresentado no evento:

Acesse as apresentações realizadas durante o Fórum:

  1. “A gestão ambiental da Petrobras no desenvolvimento da Exploração e Produção de Petróleo e Gás natural nas atividades da Bacia de Santos” - Marcos Vinicius de Mello - Gerente de meio ambiente da UN-BS
  2. “A gestão ambiental na RPBC na manutenção do ciclo sustentável de utilização do Rio Cubatão” - Victor Virgens de França – Coordenador de meio ambiente da RPBC
  3. “30 anos da criação do laboratório de ecotoxicologia – Parceria Unisanta e Petrobras” - Augusto César e Aldo Ramos - Professores Doutores na UNISANTA
  4. “Resposta à Emergência da RPBC” - Saul Rodrigues – Gerente de Segurança Industrial da RPBC
  5. “Resposta à Emergência na Petrobras e na Bacia de Santos” - Rodrigo Cochrane - Consultor de planejamento de contingência da Petrobras
  6. ‘’A importância da preparação da resposta à fauna em caso de vazamento de óleo’’ - Valéria Ruoppolo – Aiuká
  7. ‘’Presença de aves migratórias na costa brasileira registradas no PMP-BS’’ - Henrique Chupill - Coordenador do Trecho 7 do PMP-BS Mineral/IPEC
  8. ‘’Encalhes de baleias: um desafio tão grande quanto elas!’’ - Prof. Pedro Volkmer - Coordenador do Trecho 1 do PMP-BS Univali/UDESC
  9. ‘’A marcação de cetáceos na Bacia de Santos: a experiência de 5 anos no PMC-BS’’ – Marta Cremer – Coordenadora temática de telemetria do PMC-BS – Socioambiental
  10. ’’Estratégia de investimentos socioambientais voluntários” - Renata Nascimento Szczerbacki - Gerente de Planejamento e Desempenho da Responsabilidade Social da Petrobras
  11. “Apresentação do Projeto Boto-Cinza’’ - Caio Noritake Louzada Coordenador Projeto Boto-Cinza/IPEC

Notícias relacionadas