Comunicação
Bacia de Santos

Mexilhão

O projeto Mexilhão consiste de uma plataforma de produção de gás natural e condensado de mesmo nome do campo — a Plataforma de Mexilhão, ou PMXL-1 — e seus gasodutos. Sua capacidade de produção é de até 15 milhões de m3/dia de gás natural e 20 mil barris/dia de condensado.

A PMXL-1 está instalada a aproximadamente 145 quilômetros da costa de Caraguatatuba (SP), em profundidade de 172 metros.

O gás natural e o condensado produzidos são escoados por meio de um gasoduto marítimo até a Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato (UTGCA), instalada em Caraguatatuba, e de lá seguem pelo gasoduto Caraguatatuba-Taubaté (Gastau) para distribuição ao consumidor final, interligando-se a malha de gasodutos da companhia.

Já o C5+ e o GLP produzidos na UTGCA são enviados para a Refinaria Henrique Lage (Revap), em São José dos Campos (SP), por meio de carretas e do oleoduto OCVAP I, respectivamente.

A plataforma de Mexilhão é considerada um projeto estruturante pois, além e produzir as reservas de Mexilhão, também viabiliza o escoamento de outras plataformas no pré e no pós-sal da Bacia de Santos.

Para acessar um arquivo com a localização da plataforma de Mexilhão, clique aqui.

Conheça abaixo as licenças ambientais para este empreendimento.

Acompanhe nosso mapa interativo

Ver    agora